Brasil possui mais de 130 mil crianças como chefes de família

11-05-2011 23:27

Por CIPÓ - Comunicação Interativa, organização integrante da Rede ANDI Brasil na Bahia


Estar à frente de uma casa, tomar conta de irmãos mais novos ou, ainda, contribuir com o orçamento familiar são tarefas de 132 mil crianças brasileiras, entre 10 e 14 anos. Esses dados são do Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados em 29 de abril (sexta-feira). A pesquisa revela ainda que quase 661,2 mil pessoas entre 15 e 19 anos também são chefes de família.

A região Centro-Oeste apresenta a maior proporção com 0,26% dos lares chefiados por menores de 14 anos. O Amapá é o estado que tem a maior quantidade de crianças no comando dos lares. São 582 residências.

Esses dados demonstram que o trabalho infantil ainda se configura como a principal fonte de renda de muitas famílias brasileiras. No Brasil, o trabalho infantil é proibido por lei que também assegura aos adolescentes, trabalho comente como aprendizes a partir dos 16 anos.

Concurso sobre Trabalho Infantil

Para discutir o tema e disseminar a consciência dos malefícios que a prática do trabalho infantil traz para o desenvolvimento social das crianças, o Tribunal Regional do Trabalho do Piauí está com inscrições abertas para o Concurso de Redação “Diga não ao trabalho infantil – um Piauí melhor com crianças e adolescentes na escola”.

Entre os estados brasileiros, o Piauí ocupa o primeiro lugar, com o maior número de crianças trabalhando com idade entre cinco e 14 anos. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad).

O concurso é voltado para os alunos da rede pública e particular, regularmente matriculados nas séries dos Ensinos Fundamental, Médio e Superior de todos os municípios que abrangem a jurisdição da Vara de Corrente, e que estão informados no link: http://portal.trt22.jus.br/site/site.do?categoria=Noticias&idArtigo=2444&ts=1.
 

Mais informações sobre o concurso podem ser obtidas pelos telefones (89) 3573-1143 (Vara do Trabalho de Corrente) e (89) 3562-1604 (Posto Avançado de Bom Jesus).

Voltar